domingo, 31 de maio de 2015

Tag: Amo/Odeio



  Boa tarde, leitores! O PND foi indicado para a Tag Amo/Odeio pela Jéssica Sousa do blog Rascunho Com Café. Obrigado pela indicação, Jess!

  Funciona dessa forma: citar dez coisas que amo e que odeio, pôr o banner da tag, marcar quem indiciou e indicar 10 blogs para responder. Como esse Blog fala sobre música, resolvi fazer diferente e ao invés de colocar coisas aleatórias que eu amo ou odeio, falarei sobre as dez que mais amo e odeio no universo musical. Estão prontos?


10 COISAS QUE AMO

1-Músicas "Reais"
Não tem nada que eu admire mais do que uma música real, sincera e verdadeira, aquela que foi composta ou cantada direto do coração. A que você ouve e consegue enxergar a cena na sua cabeça, e pensar "nossa, isso estava acontecendo mesmo". Exemplo: Between The Lines - Sara Bareilles.

2-Cds
Já falei a razão de eu amar colecionar cds várias vezes aqui, mas vou falar de novo: cds contam histórias, como livros e fotos. Cada cd que comprei ou ganhei tem sua própria história, e não importa quando, eu sempre vou lembrar de todas cada vez que olhar para a capa ou ouvir as músicas. Por exemplo, um cd que marcou muito a minha vida: 21 da Adele.

3-Shows
Gente, tem coisa melhor do que ir em um show e ouvir suas músicas favoritas ao vivo? É muito louco pensar que o cérebro que criou aquilo tudo que você ouve, que você gosta, que te inspira, está ali bem na sua frente, mostrando sua arte ao vivo e a cores. Já fui a shows bons, shows mais ou menos, shows ótimos e a shows SURREAIS. Exemplo de um show que foi surreal pra mim: Christina Perri, Head Or Heart Tour.

4-Filas De Shows
Já fiz amizades em filas de shows que duram até hoje (beijo Lari e Ellen!), por isso eu sempre achei que esperar na fila com a galera era a parte mais divertida do show. Melhor fila de show da minha vida: Paramore, South America Tour. Apesar de toda a chuva e o frio que passei dormindo na fila, foi a melhor experiência que já tive nessa questão porque amigos meus de vários círculos diferentes e que não se conheciam se juntaram nesse dia. Formamos um grupo forte que ficou unido até o final, se ajudando e se guiando, e desse modo todos pegaram ótimos lugares e curtiram o show muito bem.

5-Clipes Com História
Amo absolutamente clipes desse tipo. Aqueles que contam uma historinha, sabe? Alguns já mudaram minha vida, por isso que eu sou devoto à eles. Exemplo: Nobody's Home - Avril Lavigne.

6-Músicas Tristes E Depressivas
Músicas alegres, que falam sobre festas e diversão não convém em todos os momentos. Agora, uma baladinha triste que faz você deitar a cabeça no vidro do ônibus e se imaginar em um filme caem bem em todos os momentos, até em momentos alegres. Exemplo: Sad Beautiful Tragic - Taylor Swift.

7-Edições Deluxes
Nada melhor do que uma versão mais aprimorada de um álbum que você já gosta. Exemplo: 1989 também da Taylor na edição deluxe, que vem com uma capinha de papelão protegendo o cd e 13 fotos polaroids com as letras das músicas.

8-Artistas Desconhecidos
Também já comentei sobre o assunto aqui (você pode conferir a lista dos meus favoritos clicando aqui), amo artistas desapreciados e apagados, ou porque estão apenas começando ou porque não conseguem reconhecimento mesmo. É triste porque geralmente, são os melhores e mais originais que você vai ouvir. Exemplo: Gabrielle Aplin.

9-Músicas Desconhecidas
Aquelas músicas perdidas em álbuns que ninguém conhece de artistas que ninguém liga. Que nunca são singles ou nunca são tocadas ao vivo. Geralmente são as minhas favoritas. Exemplo: First - Lucy Rose.

10-Músicas Com "Home" No Meio
Eu não conheço uma música que fale sobre Home que não me emocione. Seja um lugar ou uma pessoa o que você chama de lar, você sempre se identifica de alguma forma. No meu caso, eu sinto muita saudade de casa então essas músicas são um conforto pra minha alma. Me sinto revigorado cada vez que as ouço. Exemplo: Home - Phillip Phillips.


10 COISAS QUE EU ODEIO

1-Músicas Sem Conteúdo
Não tem coisa que me irrita mais do que músicas que falam sobre festas, bebedeira, drogas e sexo. Até gosto de algumas, mas essas geralmente não usam um desses temas como o principal. Não critico quem goste, mas minha vida é muito importante e curta pra eu gastar meu tempo vivendo numa atmosfera tão vazia quanto essa. Exemplo: Anaconda - Nicki Minaj [E pretty much todas as músicas dela que eu já ouvi exceto Fly, inclusive as que ela faz participação].

2-Artistas Sem Conteúdo
É sério, eu fico POSSESSO de ver pessoas sem um pingo de talento sob a luz dos holofotes quando existem artistas que trabalham tão duro e fazem tantas coisas por eles mesmos completamente apagados e sem reconhecimento. E só vou dizer isso porque se eu me aprofundar nesse tópico, vamos ficar aqui pra sempre porque do que eu tenho pra falar e de tanto artista que eu tenho pra criticar... Exemplo: Britney Spears.

3-Clipes Sem Conteúdo
Porque eu acho que se é pra fazer clipe falando sobre bundas chacoalhando, é melhor não fazer nada. E é só o que eu tenho a dizer. Exemplo: Wiggle - Jason Derülo.

4-Fãs Sem Noção
Não, não é porque você é fã de alguém que você entende de música. Não, sua cantora favorita não é a melhor do mundo só porque ela atingiu tal nota. Não, sua cantora favorita não é menos merda só porque ela sabe dublar e dançar pra compensar o fato que ela não sabe cantar. E SIM, PRA SER CANTORA PRECISA SABER CANTAR SIM. Exemplo: Os fãs da Britney Spears.

5-Músicas Boas Interpretadas Por Artistas Ruins
É triste porque eu gosto de muitas músicas que são boas mas que são interpretadas por artistas que eu odeio (e a razão de eu gostar é porque a música nunca é escrita nem tocada pelos intérpretes). Exemplo: 'Till The World Ends - Britney Spears.

6-Artistas Ruins Superestimados
Eu nem preciso explicar nada nesse tópico, só citando o exemplo vocês vão entender do que eu tô falando. Exemplo: todos os artistas famosos da atualidade brasileira, principalmente os que cantam Funk e "Sertanejo Universitário" (que não sei quem foi o imbecil que inventou essa porra de nome porque só existe um gênero de Sertanejo. Saudações Tonico e Tinoco).

7-Minhas Músicas Favoritas Virando Hits
NÃO TEM COISA QUE MAIS ME DEIXA COM ÓDIO DA VIDA DO QUE ISSO. Como eu já disse, eu sou apaixonado por músicas boas que ninguém conhece, e tenho uma relação muito estrita com minhas músicas favoritas. Agora, quando FINALMENTE as pessoas resolvem reconhecer que a música é boa e começam a dar atenção demais pra ela, eu odeio. Eu sou muito ciumento, com tudo, porque as coisas e as pessoas que eu gosto tem um valor enorme pra mim, e eu simplesmente não consigo vê-las interagindo com outras coisas e pessoas. Exemplo: Someone Like You da Adele. Na primeira vez que ouvi essa música, eu me apaixonei completamente e a adotei como minha favorita do álbum, principalmente porque um tempo depois eu estava vivendo algo parecido com a letra da música. Eu amava, simplesmente, ficava ouvindo a mesma música o dia inteiro e torcia pra ela lançar a música como single. Ela o fez. Saiu o clipe - péssimo por sinal. A música explodiu para mundo e de repente tocava em todos os lugares: na rádio, no bar da vizinha, nas cenas da novela. Todo mundo cantava a música. Todo mundo dizia que era sua música favorita. Todo mundo estragava MINHA música. Conclusão: eu tomei um nojo tão grande da música que até hoje eu ouço o cd e desligo em Lovesong (risos).

8-Meus Artistas Favoritos Virando Ídolos
Mesma questão das minhas músicas favoritas, só que com os artistas. O exemplo mais óbvio: Christina Perri, meu ídolo. Quando a conheci, ela ainda não havia lançado a tão famosa A Thousand Years que também explodiu pelo mundo e tocou em todo lugar, e foi cantada por todo mundo a ponto de me deixar com ódio eterno da música. Ela era só a minha Christina. A super-apreciada pela mídia mas que ninguém ligava. Até que ela veio ao Brasil e surgiu gente de todos os buracos que também era fã e eu nunca tinha visto, e eu fiquei tipo "Mas ela não era só a minha Christina?". Mesmo eu sabendo que ela tinha uma fã base, os Penguins, eu nunca achei que perto de mim existia tanta gente que cultivava o mesmo amor por ela do que eu. Hoje em dia eu não sou tão possessivo e agradeço por existirem tantas pessoas que também gostam dela, mas ainda assim tenho um pouquinho de ciúmes, afinal pra mim sempre foi eu e ela contra o mundo (risos). Já estou me preparando psicologicamente pra quando a Gabrielle Aplin estourar, porque VAI acontecer alguma hora, tenho certeza, e embora ela não seja ídolo pra mim nem nada eu a admiro muito.

9-Leigos
Por favor, se você nunca estudou música na vida, não inventa de discutir com quem estuda há 9 anos só porque você lê sites como PopLine e curte páginas como VocalPop.

10-Pessoas Que Falam Que Tudo É "Flop"
Miga, se você acha que tudo que não alcança o topo dos charts é flop, apenas pare. Volte pra escolinha de drags e aprenda que música de verdade não é aquela que vende mas a que toca seu coração.


Não consegui encontrar dez Blogs para indicar que já não tivessem sido indicados, então indicarei estes:

Miscelânea Da Mari
Teenage Dream
Don't Care
It Makes You Laugh

  That's al, folks! Deixem seus comentários, sugestões e críticas! Até a próxima!

3 comentários:

  1. "Músicas alegres, que falam sobre festas e diversão não convém em todos os momentos. Agora, uma baladinha triste que faz você deitar a cabeça no vidro do ônibus e se imaginar em um filme caem bem em todos os momentos, até em momentos alegres" EU RI TANTO DISSO, MEU DEUS HAHAHAHAHAHA
    Amei a postagem, amigo! ♥

    ResponderExcluir
  2. Amei!!!!! Vou ressuscitar meu blog só pra fazer essa postagem, espere e verás!

    ResponderExcluir